Blog do Victão

Só vontade não basta. Atlético decepciona e sofre derrota justa na estreia do Brasileirão

Fortaleza foi melhor do que o Atlético na estreia do Brasileirão (Pedro Souza/Atlético)

O Fortaleza venceu o Atlético por 2 a 1, no Mineirão, de virada. Justíssimo resultado. O time cearense foi superior ao Galo e fez por merecer o resultado. Foi decepcionante a estreia atleticana no Campeonato Brasileiro. Apontado como um dos favoritos ao título, o Atlético não jogou um bom futebol. Muito pouco para um elenco que tem tanto cartaz.

Sei que o jogo foi disputado às 11h, mas estava quente para os dois lados. É verdade que o Atlético vem de uma longa sequência de jogos aos meios de semana e finais de semana. Mas todos os clubes brasileiros sofrem com o calendário ainda mais apertado em 2021. Tudo isso é levado em consideração, mas não pode servir de muleta para um futebol tão pobre como o apresentado diante do Fortaleza.

E não vamos ser simplistas. Não vale dizer que faltou vontade. Muito pelo contrário. Se teve algo positivo no time alvinegro na manhã deste domingo foi o empenho dos jogadores. Guga saiu de campo extenuando, por exemplo. Fisicamente não faltou entrega. Faltou organização e isso teve de sobra do outro lado.

Especialmente na segunda etapa, quando o Galo mostrou graves defeitos e o Fortaleza não deixou a oportunidade passar. Especialmente na defesa. Foi impressionante como a equipe tricolor empurrou o Atlético para trás e não deixou que o time da casa conseguisse sair jogando. Foi assim até empatar. Empate que estava anunciando, todo mundo que estava acompanhado a partida percebeu que era apenas questão de tempo o gol de empate.

Menos o Cuca. O treinador atleticano demorou a mexer no time. Não só nas peças, mas também perceber como o Fortaleza estava diferente no segundo tempo.

Sinal de alerta ligado na primeira rodada

O resultado foi péssimo, uma ducha de água fria. Mas ao mesmo tempo serve de alerta para o Atlético. Apesar do título mineiro e da liderança geral na fase de grupos da Libertadores, o time ainda está longe de jogar tudo aquilo que pode.

Pela diferença técnica entre os elencos, o Atlético não pode ver como normal o Fortaleza chegar no Mineirão e jogar melhor, finalizar mais e ir embora com os três pontos. O Galo é sim um dos favoritos ao título do Brasileirão e precisa mostrar isso dentro de campo.

São três pontos perdidos na primeira rodada para um time que não vai brigar em cima. Pontos que não voltam, mas o Atlético tem outras 37 rodadas pela frente e tem qualidade para justificar o favoritismo que recebeu.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

All Comments