Blog do Victão

Raniel comemorou cedo demais. No Campeonato Brasileiro, quem manda no Mineirão é o Atlético

Nacho e Calebe saíram do banco de reservas e mudaram a partida (Pedro Souza/Atlético)

Aos dois minutos do segundo tempo o Santos fez 1 a 0 no Atlético, com Raniel. O atacante com passagem pelo Cruzeiro foi comemorar na frente da torcida alvinegra e não pensou duas vezes ao dizer: “eu mando aqui”.

Mas foi cedo demais, Raniel. Neste Campeonato Brasileiro quem manda no Mineirão é o Atlético. Nesta quarta-feira o Galo mostrou mais uma vez sua força dentro de casa. Apesar de não contar com Hulk, que estava em um dos camarotes do estádio, e ter Diego Costa por apenas um dos tempos, o Alvinegro mineiro superou o paulista com folga. O 3 a 1 foi inquestionável.

Apesar de o Santos abrir o placar, o Galo esteve melhor em campo o tempo todo. Mais do que o gol de Raniel, talvez a bola na trave cabeceada por Vinicius Zanocelo foi o momento que a equipe visitante esteve mais perto de vencer. Um segundo gol santista naquele momento, logo após o empate atleticano, certamente complicaria a partida.

Nunca é bom sofrer um gol. Nunca é bom sair em desvantagem. Mas para quem sempre tenta enxergar tudo pelo lado positivo, o gol do Santos mudou o Atlético. Mudou a torcida. Time e torcedores estavam irritados com a arbitragem. Cada lance era motivo de muita reclamação, algumas vezes exageradas. Outras com razão.

Mas faltava o Galo agredir mais. Faltava o Galo transformar o controle do jogo em chances de gol. E isso tudo mudou na segunda etapa, após o tento de Raniel. O Atlético transformou o controle do jogo em pressão. Encurralou o Santos no campo defensivo até conseguir o empate. Depois virou e ainda teve tempo de fazer o terceiro. No fim, 3 a 1, como fez o Flamengo diante do Juventude. A vantagem segue em 11 pontos, mas outra rodada ficou pelo caminho.

Mais sete vitórias

O Atlético chegou a 56 pontos e precisa conquistar mais 21 para ser campeão, considerando a projeção atual do Flamengo. Para o Galo restam 13 rodadas até o término do Brasileirão, sendo que sete delas vão ser no Mineirão. Dono da melhor campanha como mandante, com 31 pontos conquistados em 36 possíveis, o título nacional se aproxima cada vez mais da Cidade do Galo.

A vitória sobre o Santos foi a 9ª consecutiva do Atlético no Mineirão. A comemoração de Raniel serviu apenas para inflamar torcida e time. Pelos números, com 86% de aproveitamento dentro de casa, está muito claro quem manda no Gigante da Pampulha. E não é o Raniel.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
Opinião

All Comments

Subscribe
Notify of
guest
8 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Daniel

“Jornalista” de merda!

Gustavo

Preocupe-se com a SEGUNDA parte da tabela da SEGUNDA divisão. Ah! E agora com a greve dos seus!!!

Tiagão

Que isso flamerdacuguloso, ta triste por ver o maior do Brasil conquistar mais uma vitoria? Mala branca não serviu de nada em kakakakaka

Marcelo

Bicha zangada e invejosa, kkkkk!

Atleticano Chato

ÃO ÃO ÃO SEGUNDA DIVISÃO
PREPARA A BUNDINHA MARIA REBAIXADA

Marcus

Este tal de Daniel não sabe de nada, só por ter jogado no time do lado escuro da lagoa diz tudo, agora joga em outro time que em breve fará companhia ao cabuloso na segundo a.

Marcus

Não e Daniel e Raniel

Marcus

O Cara e tão insignificante que errei o nome dele.