Blog do Victão

Prazer, Nacho Fernández! Argentino foi na estreia pelo Atlético tudo aquilo que Fred falou sobre ele

Nacho Fernández foi o dono do jogo contra o Coimbra (Agência i7/Mineirão)

“Fenomenal! Esse cara é um craque”.

Assim Fred descreveu Nacho Fernández, em 2019, numa entrevista ao Craque Neto, apresentador da Band. A declaração do antigo camisa 9 do Atlético, então jogador do Cruzeiro, aconteceu logo depois do confronto da equipe celeste com o River Plate, pelas oitavas de final da Libertadores daquele ano.

O trecho da entrevista que Fred se refere a Nacho foi recuperado pela torcida atleticana, tão logo o Galo ficou perto de contratar o jogador argentino. O ex-camisa 26 do River Plate estreou nesta sexta-feira (19) pelo Atlético. E foi tudo aquilo que Fred falou.

“Como é o nome do camisa 26 do River? É um canhoto fenomenal. Arrebentou nos dois jogos contra a gente. É o articulador do River, mexe o campo inteiro. É um fenômeno”, disse Fred em 2019.

Nacho se apresentou para quem não o conhecia ou não acompanhou o River Plate nas últimas temporadas. Um gol, uma assistência e um pênalti sofrido. Isso num intervalo de 16 minutos. Tempo que o Atlético precisou para resolver a parada diante do Coimbra.

O que é importante ressaltar: o confronto foi contra o lanterna do Campeonato Mineiro. A diferença de investimento entre os clubes é imensa. Sim, foi contra o Coimbra, mas foi um ótimo cartão de visitas. Muito bom para o começo e animador para os jogos de verdade.

Nem tudo foi perfeito

Quinta vitória em cinco rodadas. Estreia magnifica de Nacho Fernández, primeiro gol de Hulk com a camisa atleticana e retorno de Cuca ao banco de reservas do Galo. Mas nem tudo foram flores na exibição do Atlético diante do Coimbra.

Os primeiros 20 minutos foram de sustos. Quatro ótimas oportunidades pelo Coimbra, que chegou a fazer um gol. Anulado por interferência do auxiliar, que viu um toque de mão que não aconteceu.

O Atlético não contou com força máxima. Mas, mesmo assim, tinha muita gente boa dentro de campo e no banco de reservas. É muita qualidade. Muitos bons jogadores. Certamente Cuca gostou do que viu. Tem muito trabalho a fazer, mas aqueles 16 minutos entre o primeiro e terceiro gols do Galo certamente deixam o técnico confiante.

O segundo tempo foi apenas protocolar.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

All Comments