Blog do Victão

Não teve volta. América é melhor do que o Cruzeiro e mostrou isso em três clássicos

América bateu o Cruzeiro por 3 a 1 (Mourão Panda/América)

“Vai ter volta, Lisca. Vai ter volta”, disse o atacante Marcelo Moreno depois da derrota do Cruzeiro para o América, por 2 a 1, no primeiro clássico da semifinal do Campeonato Mineiro.

A irritação do jogador cruzeirense com o técnico do América tinha motivo. Lisca provocou o tempo todo e teve participação determinante no triunfo do Coelho. Passada uma semana, o clima bélico dos últimos minutos do confronto do Mineirão não se repetiu no Independência.

Muito pelo contrário. Neste domingo era um clima tranquilo e dentro de campo uma partida em que o América foi superior do primeiro ao último minuto. O Cruzeiro precisava vencer por dois gols de diferença para conseguir chegar à final. Mas a Raposa não deu sinal de que seria capaz de bater o rival pela vantagem que precisava. Diferentemente do que mostrava o América.

Mesmo com todas as vantagens possíveis, o Coelho era quem buscava o gol e sempre esteve mais perto de abrir o placar. É verdade que Cáceres e Bruno José até tiveram boas chances, mas o América sempre foi melhor.

Terceiro clássico entre América e Cruzeiro na temporada e terceira vitória alviverde. A distância entre os dois times não é apenas nas Séries do Campeonato Brasileiro. É também dentro de campo. O Coelho tem um trabalho coletivo mais longevo, é um time pronto e tem jogadores melhores.

Isso não significa que o trabalho de Felipe Conceição seja ruim. Claro que não. Mas o Cruzeiro tem, claramente, um limite técnico muito baixo. Com o que tem em mãos, Conceição não é capaz de fazer a Raposa jogar muito melhor do que foi nos dois confrontos com o América, especialmente no duelo da semana passada.

Marcelo Moreno havia dito que teria volta. Não teve. Ele nem sequer foi relacionado e o Cruzeiro, hoje, não é capaz de fazer frente ao América.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

All Comments

Subscribe
Notify of
guest
3 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
MITAIR É INOCENTE

A maria imunda e vagabunda tomou no meio da bunda

Agora pode voltar a seu core business: calote ao credor

Alberto Neto

Felipe Conceição mostrou hoje porque perdeu aquela fatidica partida para o Sao Bento na ultima rodada da serie B de 2019 ,quando treinava o America ( o zagueiro Joao Cubas de18 anos que escalou naquele jogo, falhou nos dois gols ) . Apesar de montar muito bem os seus times , é teimoso e previsivel na forma de jogar. É incapaz de improvisar um quarto zageiro ( Brock ) na zaga central , impondo uma reaponsabilidade enorme para o garoto Weverton que esteve perdido nos 2 jogos. É trabalhador, estudioso, sabe montar um time , mas a teimosia que parece ter herdado do Givanildo, vai atrasar muito a sua promissora carreira.

Jose Fernando Saraiva

Algumas decadas passadas o Cruzeiro, numa má fase, contratou o Pinheiro, zagueiro do Fluminense e da seleção de 1954, que estava iniciando uma carreira como treinador. No inicio todos, crônica, torcida e outros , estavam curiosos porque ele somente se dedicava à defesa. A um jornalista que o entrevistava respondeu o porque : Aprendi com o SR ZéZÉ, (Zézé Moreira treinador da selecão de 1954) que primeiro tem que arrumar a “cozinha”. O resto vem depois. Curiosamente Zézé Moreira foi treinador do Cruzeiro quando ganhou a Libertadores de !976 .