Blog do Victão

Depois de ótimo início, Atlético teve mais sorte do que juízo na vitória sobre o Internacional

Nathan comemora o gol que deu a vitória ao Atlético (Pedro Souza/Atlético)

O Atlético venceu o Internacional por 1 a 0, no Beira-Rio, com gol de Nathan, logo no primeiro minuto. Um início avassalador do time mineiro, que além do tento marcado, teve pelo menos outras duas ótimas chances, mas Hulk e Jair não foram felizes e erraram na hora de passar a bola. Um começo animador do Galo, roubando bolas no campo de ataque e não deixando o Colorado jogar.

O 4-1-4-1 de Cuca surpreendeu o Inter no começo. O quarteto formado por Jair, Nathan, Hyoran e Tchê Tchê não deixava o rival jogar. Já no primeiro minuto de jogo o Galo tinha três roubas de bola, todas no campo ofensivo. E assim seguiu por um período. O Colorado perdido em campo e o Atlético deixando passar boas oportunidades.

Parecia que o Galo teria uma vitória tranquila na noite fria e chuvosa de Porto Alegre. Só parecia, afinal o controle do jogo ficou restrito à primeira meia hora da partida, mais ou menos. O Inter se achou e levou perigo ao gol atleticano ainda no primeiro tempo. É verdade que Everson não teve de fazer uma grande defesa, mas não faltou oportunidade para o time colorado conseguir o empate.

Especialmente na segunda etapa. O Galo abriu mão de jogar. Optou por defender e buscar um contra-ataque, que até apareceu, mas apenas um que resultou numa boa finalização de Allan. E aqui fica o registro: o volante foi o melhor jogador em campo. Finalmente aquele Allan que se destacou com a camisa do Fluminense chegou à Cidade do Galo.

Se no primeiro tempo o Atlético teve 51% de posse de bola, no segundo a bola foi muito mais dos donos da casa. O Internacional pressionou bastante e teve 67% de posse de bola, com seis finalizações contra apenas duas do visitante. Mas o Galo teve sorte em dois momentos cruciais. Quando Réver errou um passe e Galhardo não aproveitou, mesmo sozinho com Everson, e quando o mesmo Galhardo deixou Maurício livre para marcar, debaixo da trave, mas o ex-cruzeirense isolou.

Não foi uma atuação tão segura como nos jogos anteriores, como foi contra Sport e São Paulo, mas o importante é que o Atlético venceu, novamente por 1 a 0, e somou mais três pontos. Já são nove em 12 possíveis. Na maratona que é o Campeonato Brasileiro nem sempre o time vai ter grandes atuações. Então, contar com a sorte de vez em quando faz muito bem e o Atlético soube aproveitar na noite que a sorte estava com ele.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments