Blog do Victão

Cuca pediu dez dias e entregou com 23: Atlético melhorou e já sobra no Grupo H da Libertadores

Atlético goleou o Cerro Porteño, no Mineirão (Divulgação/Conmebol)

Ficou 4 a 0, mas poderia ser cinco, seis, sete ou até mais. O Atlético passou com muita facilidade sobre o Cerro Porteño, o cabeça-de-chave do Grupo H. O Galo chegou aos sete pontos e praticamente garante uma das duas vagas desta chave nas oitavas.

O Atlético jogou diante do Cerro algo que a torcida esperava ver contra o Cruzeiro. Mas no clássico disputado no dia 11 do mês passado o Galo foi muito mal e acabou derrotado. Cuca prometeu um time melhor em dez dias. Precisou de um pouco mais: 23 dias.

É fato que o Atlético que venceu América de Cáli e Cerro já é bem melhor do que aquele das primeiras vezes com Cuca. O treinador vai entregando um time com intensidade, com sua maneira de jogar. Goste ou não das ideias do treinador, a equipe alvinegra já começa a ter uma identidade.

Mas nem tudo são flores. O Atlético ainda tem seus defeitos. Que a goleada por 4 a 0 não mascare as falhas.

Melhora gradativa

O Atlético joga melhor a cada jogo. A estreia na Libertadores não foi boa, o empate com o Deportiva La Guaira e as dezenas de cruzamentos. Mas o Galo jogou mais diante do América de Cáli e ainda mais diante do Cerro Porteño. E isso é o que vale neste momento: evolução.

A diretoria alvinegra montou um elenco para brigar pelos grandes títulos. Isso não significa que o time já tenha que jogar em maio no mesmo nível que terá de jogar a partir de agosto/setembro, quando o bicho começa a pegar para valer.

Portanto, mostrar que está evoluindo, mostrar que tem um norte, é o melhor recado que o Atlético pode passar para a sua torcida nesta altura da temporada.

Cuca já encontrou seu 11 ideal

Uma alteração no intervalo e outras mudanças somente nos minutos finais, depois dos 35 da etapa final. Cuca deixou seu time em campo o máximo possível. Está claro que o treinador já encontrou seu 11 ideal.

A baixa de momento é Zaracho, que pelo o que vinha jogando será titular na sequência da temporada. Portanto, assim que possível, o Atlético de Cuca será formado por Everson, Guga, Igor Rabello, Alonso e Arana; Tchê Tchê, Zaracho, Nacho Fernández; Keno, Savarino e Hulk.

Sou capaz de apostar que nenhum dos 11 jogadores da escalação citada acima estará em campo no final de semana, para cumprir tabela contra o Tombense.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

All Comments

Subscribe
Notify of
guest
2 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
CentenarioCruzeiroserieC

As mariolas pira

guioday rodrigues

Boa marcação, toque de bola, poucos cuzamentos, jogadas trabalhadas, GALO evolui a cada partida. E pode render ainda mais. GALO tem um time forte para brigar por todas as taças.