Blog do Victão

Cruzeiro não arranca na Série B, deixa mais dois pontos pelo caminho e na terça tem Léo Gamalho

Cruzeiro não passou do empate com o Brasil, em Pelotas (Volmer Perez/Brasil-RS)

De todos os 20 times que disputam a Série B em 2021, o Brasil de Pelotas é aquele que achei mais fraco. A equipe gaúcha só não ocupa a lanterna por causa dos critérios de desempate, mas certamente tem menos qualidade do que Ponte Preta, Londrina e Remo, os três clubes que estão abaixo. Mas nem assim o Cruzeiro conseguiu vencer. Um adversário que não foi capaz de levar perigo ao gol de Fábio.

Por outro lado, a Raposa também não criou muita coisa. O goleiro Matheus Nogueira deixou o jogo como o melhor em campo por fazer uma defesa difícil. O lance já nos minutos finais da partida impediu que a vitória cruzeirense. Mas não foi uma jogada trabalhada, foi a sequência de uma cobrança ruim de escanteio. O Cruzeiro não conseguiu criar nenhum outro lance de perigo, apesar da fragilidade do Brasil.

A dificuldade foi maior ainda no primeiro tempo, quando Mozart optou por muito mais jogadores no meio e abriu mão dos jogadores de frente. Rafael Sóbis era o jogador mais avançado, mas muito pouco fez nos mais de 60 minutos que ficou em campo. Marcinho é o único que tenta fazer algo diferente por ali. Mas é muito pouco, tanto que a bola parada segue com a principal jogada celeste. Como as cobranças de escanteio não surtiram efeito neste sábado, a Raposa pouco conseguiu criar.

E assim mais dois pontos ficaram pelo caminho. Contra um time que certamente vai brigar contra o rebaixamento e vai ter muita dificuldade para se manter na Série B. O Cruzeiro patina na competição, não consegue arrancar, não consegue se aproximar dos líderes. A distância para o G4 é três vezes maior do que a vantagem para a zona do rebaixamento (sem o encerramento de Vitória x Goiás).

Lá vem ele de novo

O futuro não é nada animador para o cruzeirense. O desempenho da equipe e a pontuação depois de nove rodadas apontam que dificilmente a Raposa estará de volta à Série A em 2022. Para piorar, na próxima rodada tem o Coritiba, no Mineirão. O Coritiba de Léo Gamalho, que na temporada passada foi um verdadeiro carrasco cruzeirense, quando vestia a camisa do CRB. Foram quatro gols marcados em três confrontos.

Será que vai ser diferente em 2021? Difícil acreditar. O roteiro tem sido muito parecido com o da Série B passada. Depois de nove rodadas em 2020 o Cruzeiro era o 13º colocado, assim como agora. A diferença é que o time de 2020 começou o torneio punido com seis pontos. Ou seja, o que era ruim parece estar pior.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

All Comments

Subscribe
Notify of
guest
2 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
romulo

O leo caralho vai meter um monte no micróbio azul. O cara deve estar até ansioso pra esse jogo, pois vai assumir a artilharia isolada da segundona!!! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Donizeti dos Reis

cada jogo é diferente c
Cruzeiro vai golear terça ,,,,???