Blog do Victão

Como é difícil escrever sobre os jogos do Cruzeiro. Só não é mais difícil do que assistir

Cruzeiro empatou com o Tombense, em Muriaé, pela 3ª rodada da Série B (Victor Souza/Tombense)

Escrevo neste espaço desde novembro de 2020. Portanto, escrevi sobre quase todos os jogos da Cruzeiro na Série B do Campeonato Brasileiro. E como é difícil escrever sobre as partidas da Raposa na Segunda Divisão. O empate com o Tombense, em 1 a 1, no estádio Soares de Azevedo, em Muriaé, não foi muito diferente de outros jogos do clube nas duas temporadas anteriores.

Desde a queda, são poucos os momentos que o Cruzeiro foi capaz de satisfazer seu torcedor. Não apenas pelo resultado, mas também pelo nível de apresentação. Em três rodadas, uma vitória, um empate e uma derrota. Em comum, jogos ruins. A equipe de Paulo Pezzolano, com raros momentos, não foi bem diante do Bahia, do Brusque e tampouco do Tombense.

O que torna a tarefa de analisar as partidas do Cruzeiro difíceis de analisar. São praticamente sempre mais do mesmo: perde boas oportunidades (nem foi o caso ontem), erra muito, mas muito mesmo, sofre gols bobos e perde a chance de conquistar posições melhores. Parece sempre a mesma coisa. E foi o caso de ontem. Erros individuais, como sempre, custaram dois pontos. Pontos que colocariam a Raposa pela primeira vez dentro do G4 da Série B em 79 rodadas – somando as edições 2020, 2021 e 2022.

Seria mais cômodo demais citar jogadores nominalmente, jogadores que não têm condições técnicas de vestirem a camisa do Cruzeiro. Mas é o que o clube pode pagar atualmente. Por isso, evito críticas individuais. Afinal, o buraco que o clube se encontra atualmente não é culpa do elenco atual. Não é porque Paulo Pezzolano escalou X ou Y que o time deixou de vencer.

Ainda é cedo para fazer afirmações

Felizmente, é apenas o começo da competição. São mais 35 rodadas pela frente e o Botafogo de 2021 está aí para provar que um começo ruim de Série B não é certeza de nada. Uma rápida passada pelas redes sociais dos cruzeirenses, durante e após o jogo com o Tombense, para fazer uma fácil constatação: o torcedor está desanimado mais uma vez, provocado por outra atuação ruim.

“Jogando desse jeito, o time está mais perto de brigar contra o rebaixamento do que pelo acesso”, era uma citação comum entre os cruzeirenses.

Mas como disse anteriormente, ainda é cedo para fazer qualquer tipo de afirmação sobre como será a sequência do Cruzeiro na Série B. A chegada de Ronaldo causou uma empolgação muito grande, de como se tudo fosse mudar do dia para noite. E não vai. Acredito que o futuro do clube está muito melhor nas mãos de Ronaldo do que estaria nas mãos daqueles que cavaram o buraco. Mas o buraco é fundo demais. É um processo que leva tempo e será necessário que o cruzeirense tenha muita paciência.

Eu só não sei que ainda existe toda essa paciência. Pelo menos para assistir aos jogos a paciência está perto do final. Com está difícil ver jogos do Cruzeiro. Mais difícil do que escrever sobre as partidas.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

All Comments

Subscribe
Notify of
guest
3 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
jose fernando durães saraiva

Caro Victor, Muito pior é ler as declarações do “treinador”. Cada jogo temos um novo time. Assim não vai dar certo NUNCA! Este time que está jogando agora só não é pior do de 2020.

Eduardo santiago

Olá Pessoal
Sobre aquele Site das
Camisetas LACOSTE que o Neymar estava comentando na Live eu Comprei chegaram pra mim elas são top mesmo

Eu consegui o Site oficial com DESCONTO
caso vocês Queira é só acessar o ⬇️Site Aqui➡️ https://hotm.art/CamisetasLacoste-Desconto-Site-Oficial

flavio nickel

é… menos de um mês depois o jogo virou, não é mesmo?