Blog do Victão

Atlético colocou liderança do Brasileirão debaixo do braço e jogou para empatar com o São Paulo

Atlético empatou e aumentou vantagem na liderança do Brasileiro (Pedro Souza/Atlético)

Mais cedo, também em São Paulo, o vice-líder Palmeiras perdeu o clássico para o Corinthians. O Atlético entrou em campo ciente de que seu perseguidor mais próximo não pontuou na rodada. Como nesta terça-feira (28) o Galo enfrenta o próprio Palmeiras, no duelo da volta da semifinal da Libertadores, o time mineiro jogou com a liderança do Brasileirão debaixo do braço. O Atlético foi para não perder para o São Paulo e assim fez.

Neste momento são oito pontos a mais do que o Palmeiras e 12 de vantagem sobre o Flamengo, este com três partidas menos em relação ao Galo. Uma gordura boa e que poderia ser maior. Pela parte final do segundo tempo, o atleticano ficou com a sensação de que dava para deixar o Morumbi com mais três pontos.

Mas ao mesmo tempo o atleticano está anestesiado com a possibilidade de chegar à final da Libertadores. Por isso o jogo ruim do Morumbi vai ser relevado. Por razões óbvias era mesmo necessário preservar alguns titulares, casos de Mariano, Jair e Nacho Fernández. Até por ter uma boa margem de pontos para trabalhar, o Galo entendeu que o empate diante o São Paulo estava de bom tamanho.

Talvez, esteja aí a explicação para um primeiro tempo de dar sono. Sábado, às 21h, sem torcida e futebol ruim: cenário ideal para tirar um cochilo e não tenho dúvidas que teve quem dormiu em algum momento dos 45 minutos iniciais. Era o São Paulo respeitando o Atlético e o Atlético satisfeito com o empate com o São Paulo.

Tinha como conseguir mais

No entanto o jogo mudou no segundo tempo. O Tricolor do Morumbi viu que dava para ganhar. E chegou com perigo. Mas Cuca viu que poderia perder. Por isso mudou o time. Alan Franco, Jair e Nacho Fernández entraram e terminaram com o ímpeto ofensivo do time da casa. E o rumo da partida mudou. Foi o Galo quem passou a criar.

Pelo o que produziu nos 25 minutos finais, mesmo abaixo do que o Atlético já apresentou neste Brasileiro, ficou claro que tinha como conseguir mais. Mas, diante do calendário e de tudo o que pode vir daqui três dias, as opções de Cuca foram acertadas. A vantagem construída na liderança do Brasileirão dá ao técnico atleticano esta tranquilidade.

Dá para lamentar não voltar para Belo Horizonte com os três pontos e também dá para lamentar o futebol ruim em boa parte do jogo. Mas era o que o Atlético queria e foi o que Atlético conseguiu.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

All Comments

Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
mauro cezar

Comentário bem criterioso