Blog do Victão

A espera de 50 anos do Atlético vai terminar em poucas semanas. Um título que o torcedor esperou para ver com o pai e verá com os filhos

Atlético lotou o Mineirão para o clássico com o América (Arquivo Pessoal/Renato Pena)

Em breve vai chegar o dia que várias gerações de atleticanos estão esperando: o Atlético será campeão brasileiro depois de 50 anos. O título será confirmado daqui algumas semanas. Neste momento a dúvida é saber em qual rodada acontecerá, diante de qual adversário o Galo será campeão?

Neste domingo o Atlético bateu o América, por 1 a 0, e elevou para praticamente impossível o desafio para Palmeiras e Flamengo, os principais perseguidores na corrida pelo Brasileirão. Mais de 60 mil torcedores estiveram no Mineirão. Muitas eram as crianças, como ficou evidente nas imagens da transmissão do jogo e nos relatos de quem esteve no Gigante da Pampulha.

Crianças que não carregam o peso da fracassos e frustações de outras edições do Brasileirão. Crianças que só queriam curtir o domingo quente e de muita festa no Mineirão. Algumas delas não têm nem ciência do que são 50 anos sem o título do Brasileirão, mas sabem apenas que o Galo será campeão do Brasil

Para muitos desses pequenos torcedores, a paixão pelo Atlético é algo hereditário. Veio do pai, da mãe, do avô, da avó. É algo passado a cada geração, como a espera pelo Brasileirão. Neste domingo, era clara a emoção de muita gente que verá o Atlético campeão brasileiro pela primeira vez. Uma conquista que ele esperava ver ao lado do pai, mas que verá ao lado dos filhos.

O Atlético não encanta. Mas e daí?

É certo que o Atlético de 2021 não será citado numa lista dos melhores campeões brasileiros. Embora tenha nomes de peso e conte com uma defesa muito segura, o Galo não é um time capaz de encher os olhos de torcedores de outros clubes. Mas para o atleticano isso não faz a menor diferença. E daí? O que importa é que o Atlético será campeão brasileiro.

Mas esse papo só é válido para o torcedor. Não pode ser o discurso de quem vive para analisar futebol. Embora o futebol do Atlético esteja no topo do país, o gol diante do América mostra que tem sim bom trabalho na Cidade do Galo, o futebol apresentado ainda é abaixo do que o time pode fazer.

No clássico com o América, por exemplo, o Atlético foi quem esteve melhor. Especialmente na segunda etapa, quando Cuca lançou Diego Costa no jogo. Do outro, Marquinhos Santos colocou Ribamar. A diferença é gigante, mas não fica evidente dentro de campo. Repito. Embora o Atlético tenha sido melhor do que o América no clássico, a diferença com a bola rolando não foi tão grande como devia ser, considerando o custo de cada elenco, desde a montagem aos salários.

É óbvio que não ignoro a maratona que tem sido a temporada 2021. Um “ano” que começou somente em março e que faz com que o Atlético jogue a cada três dias, em média. Faltou apenas uma partida para o calendário alvinegro ficar 100% completo. Isso tudo precisa ser levado em consideração na hora de avaliar o trabalho de Cuca. Que fique claro. O Atlético já é bom, mas pode ficar ainda melhor.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

All Comments

Subscribe
Notify of
guest
10 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Anderson Viglioni

Ponderou de forma correta e equilibrada. Querer que um time esse ano dê espetaculo jogando quarta e domingo de março a dezembro é insanidade pura. Mesmo podendo ganhar o brasileirao e a copa do brasil acredito que o melhor ano do GALO ainda será o ano que vem, com reforços pontuais e sobretudo com equilibrio fisico através de um rigoroso planejamento de preparação.

Carlos Pinheiro

Concordo que não joga um futebol vistoso, a lá Real Madrid ou Barcelona, nos bons tempos. Até mesmo Nacho (excepcional jogador), não faz partidas plásticas como Ronaldinho Gaúcho…
Contudo, importante frisar que o time foi praticamente remontado esse ano, apesar de alguns nomes permanecerem na Cidade do Galo, houve mudança considerável de postura, estrategicamente montada pelo Cuca.
Tivemos a chegada, inesperada, do Diego Costa.

Mas, a expectativa é grande pro ano que vem. O time já se conhece, já tem estilo de jogo, será campeão brasileiro e a chance é absurda de emplacar a Copa do Brasil tbm…
Com isso, Imagino o galo jogando ainda melhor, com mais tranquilidade, mais solto.

Resta saber qual ou quais os grandes craques que irão reforçar nosso Galo pra elevar a nível internacional…

Eu gostaria de um grande goleiro (precisamos de mais segurança pro time da frente brilhar), e um zagueiro (também de alto nível), Othamendi deixou saudades, fica a dica.

PAULO ALVES

Luiz Penido, gritou mengão classificadaço, comemoramos antecipadamente os 4×0 sobre o Rosário Central, isso significa que o Galo é imprevisível e não dá pra garantir nada antes da hora certa. Criar clima de oba oba só serve pra criar mais ansiedade nos jogadores e na torcida e é tática dos adversários.

Leonardo Mello

Eu prefiro aguardar a matemática garantir o título para comemorar, pois já vivenciei o histórico de situações semelhantes no passado com frustações. O maior adversário do GALO é ele mesmo.

Teobaldo

É isso aí, Leonardo! Cachorro mordido de cobra tem medo de linguiça! Comemoremos, e muito, depois que a taça estiver guardadinha em Lourdes.

Roni Fragoso

Eu vi uma faixa da torcida pela TV, “do berço ao a caixão”. Ai lembrei do meu primo José. Nasceu em 1972 e morreu no início de 2021, com 49 anos de idade. Ou seja, do berço ao caixão sem ver o time campeão brasileiro!! !!

Teobaldo

Eu tenho um primo que morreu em 2002 (não viu o time dele ser campeão brasileiro); eu tenho um outro primo que nasceu em 2015 (e ainda não viu o time dele ser campeão brasileiro); eu tenho um outro primo que nasceu em 1998 (e ainda não viu o time dele ganhar a libertadores); eu tenho um primo que nasceu em 2015(ele não viu o time dele ser campeão brasileiro, mas viu o time dele cair pra Série B); eu tenho um primo que nasceu em 2020 (e ainda não viu o time dele disputar a Série A, mas se ele estiver vivo em 2023, quem sabe…). Conclusão: todos os meus primos foram infelizes ao escolher o time para torcer.

odnam relid

esta foto tem titulo:” 25 dias antes de o atletico ser bi-campeão brasileiro 1971 e 2021.” diante do américa.

odnam relid

todo mundo sabe da conspiração entre atletico , palmeiras e flamengo…a conversa do cuca com o abel no primeiro jogo da libertadores em sampa deflagra este crime…porem o palmeiras vai ficar com a libertadores e o galo com a copa do brasil e o brasileirão.

Teobaldo

Atlético Campeão Brasileiro e da Copa do Brasil; Palmeiras Campeão da Libertadores, ok! Mas e o Flamengo? Onde ele entra nessa conspiração?