Blog do Victão

Tradição recente indica que mandato de Sérgio Coelho no Atlético pode começar nesta quinta

Sérgio Coelho (centro) deve ser o único candidato a presidente do Atlético (Reprodução)

Termina nesta quinta-feira (26) o prazo para que os interessados em concorrer ao cargo de presidente do Atlético protocolem suas respectivas chapas no Conselho Deliberativo do clube. As movimentações nos bastidores indicam que Sérgio Coelho será candidato único na eleição marcada para o dia 11 de dezembro. E se isso realmente acontecer, o novo mandatário pode até mesmo assumir o comando do clube imediatamente.

O histórico recente do Atlético tem apontado para esse sentido. O presidente eleito assume imediatamente. Foi assim com Alexandre Kalil, Daniel Nepomuceno e Sérgio Sette Câmara.

De acordo com o estatuto o mandado começa em janeiro de 2021 e termina no fim de dezembro de 2023. No entanto, os três últimos presidentes tomaram posse logo após serem eleitos. No caso de Kalil era mais claro, já que em 2008 o Galo estava sem diretoria, após a renúncia de Ziza Valadares e todos os demais vice-presidentes.

Daniel Nepomuceno foi eleito em 3 de dezembro de 2014. Também numa eleição de um candidato só. Então vice-presidente de Kalil, Nepomuceno já assumiu o comando do clube logo após a final da Copa do Brasil daquele ano, vencida pelo Galo. Após ser aclamado presidente pelo Conselho Deliberativo, Nepomuceno confirmou a renovação do técnico Levir Culpi.

Três anos depois foi a vez de Sérgio Sette Câmara. O atual mandatário alvinegro teve de disputar a eleição com Fabiano Ferreira. O pleito aconteceu em 11 de dezembro de 2017, mas antes disso o então candidato reclamou da disputa.

“É uma situação complicada. A gente sabe que a candidatura do Fabiano vai acabar prejudicando o Atlético. Temos uma ideia que estamos bem em termos de votação, até acho que seria complicado para o Atlético se o outro candidato ganhasse. Você imagina o Atlético sem as pessoas que estão me apoiando? A gente imagina que até o fim do mês a situação vai estar definida. Se ele registrar a chapa, tudo isso (planejamento para 2018) vai ser adiado. Prejudica o Atlético. Eu torço para que ele ponha a mão na consciência e pense no Atlético”, disse Sette Câmara, em novembro de 2017, em entrevista ao ge.

E Sérgio Coelho não quer mesmo perder tempo. O provável futuro presidente do Atlético já planeja a próxima temporada. Com o apoio dos investidores que mudaram o rumo do Galo em 2020, Coelho confirmou o interesse de renovar com Jorge Sampaoli. Pelo visto a tradição de assumir o cargo de forma antecipada será mantida.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Tags:
Categorias:
Notícias

All Comments