Blog do Victão

Somente o histórico time de 2003 fez nas últimas 15 rodadas a pontuação que o Cruzeiro precisa

Chegada de Rafael Sóbis deu novo ânimo ao Cruzeiro (Bruno Haddad/ Cruzeiro)

Quatro vitórias e três empates. O Cruzeiro desde a chegada do técnico Felipão tem 71,4% de aproveitamento. Muito acima do que vinha apresentado até a chegada do treinador, que encontrou um time dentro da zona do rebaixamento da Série B. Mas para sonhar com o acesso, a Raposa terá de melhorar esse aproveitamento. E não será algo fácil. Basta ver o desempenho do próprio clube nas 15 rodadas finais do Campeonato Brasileiro desde que a competição passou a ser disputada por pontos corridos, em 2003.

E foi justamente na primeira edição que o Cruzeiro fez história e conseguiu a pontuação nas rodadas finais que o time de 2020 precisa para conquistar o acesso ainda nesta temporada. O inesquecível time treinado por Vanderlei Luxemburgo e liderado por Alex conquistou incríveis 100 pontos, numa edição que teve 46 rodadas, afinal era disputado por 24 equipes.

Em 2003 a Raposa conquistou a Tríplice Coroa, ao vencer num mesmo o ano o Campeonato Brasileiro, a Copa do Brasil e o Campeonato Brasileiro. Passados 17 anos, o sonho do torcedor cruzeirense neste momento nem é com o título. É em voltar a ter uma time que seja capaz de brigar nas cabeças. E o primeiro passo é retornar à Série A do Brasileirão.

Com 28 pontos o time celeste ocupa 15ª colocação, nove pontos atrás do quarto colocado. O Cruzeiro tem somente 2,4% de chance de acesso, de acordo com o site Probabilidades no Futebol, do Departamento de Matemática da UFMG. Com mais 45 pontos em disputa, a Raposa teria de conquistar pelo menos 34 deles. Assim, alcançaria 62 pontos e probabilidade de acesso seria superior a 90%, como destaca o site citado acima.

Somente a equipe de 2003 conseguiu tamanha pontuação. Nas últimas 15 rodadas o Cruzeiro campeão da Tríplice Coroa venceu 13 vezes e perdeu outras duas, com 32 gols marcados e apenas nove sofridos. Foram 39 pontos conquistados nos últimos 45 disputados, o que seria mais do que suficiente para o time atual conseguir o acesso.

Em outras duas temporadas o Cruzeiro também conseguiu somar mais de 30 pontos nas 15 rodadas finais. Em 2009 o time dirigido por Adilson Batista se recuperou no Brasileirão após perder a Copa Libertadores e conseguiu um lugar no G4 na última rodada. Foram 33 pontos conquistados. A outra foi em 2014. O time que conquistou o bicampeonato nacional em sequência somou 31 pontos em 45.

A tarefa de Felipão e seus jogadores não será nada fácil.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
Notícias

All Comments