Blog do Victão

O que acontece com a Supercopa se o mesmo time vencer o Brasileirão a e Copa do Brasil?

Flamengo e Palmeiras disputaram a Supercopa do Brasil em 2021 (Marcelo Cortes/Flamengo)

Em 2019 a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) recriou a Supercopa do Brasil. Uma partida no começo da temporada entre os campões do Campeonato Brasileiro e da Copa do Brasil do ano anterior. Portanto, a primeira edição aconteceu em 2020, com Flamengo e Athletico-PR se enfrentando, como os campeões do Brasileiro e da Copa do Brasil, respectivamente.

A segunda edição, em 2021, teve o Flamengo, mais uma vez como campeão nacional, e o Palmeiras, o vencedor da Copa do Brasil. Nas duas ocasiões o Rubro-Negro carioca faturou o título.

Mas para 2022 pode acontecer algo até então inédito na curta história da Supercopa. Pode acontecer de um mesmo clube conquistar as duas competições. E aí? O que aconteceria neste caso?

A resposta está no regulamento específico da Supercopa. Caso o mesmo clube seja campeão do Brasileirão e da Copa do Brasil ele não é automaticamente decretado campeão da Supercopa. Portanto, a partida que vale um título nacional e premiação em dinheiro segue mantida. Neste caso, o segundo representante é o vice-campeão brasileiro.

Mas não é algo rotineiro no Brasil ver o mesmo clube conquistar o o campeonato e a copa numa mesma temporada. Desde a criação da Copa do Brasil, em 1989, somente uma vez um clube venceu o torneio e também o Brasileiro no mesmo ano. Foi o Cruzeiro, em 2003.

Pode acontecer com Atlético ou Flamengo

A dúvida sobre a realização ou não da Supercopa surgiu em função das boas campanhas de Atlético e Flamengo na temporada 2021. Galo e Urubu são os dois principais candidatos ao título brasileiro e ambos estão na semifinal da Copa do Brasil. Inclusive, clube mineiro está praticamente classificado à decisão após golear o Fortaleza na partida de ida, enquanto a equipe carioca empatou fora de casa com o Athletico-PR.

De acordo com o site Probabilidade no Futebol, a chance de o campeão Brasileiro ser o Atlético ou o Flamengo é de 98,1%.

Mando de campo da CBF e R$ 5 milhões para o campeão

Por se tratar de uma competição disputada em uma única partida, o mando de campo é da CBF. É a entidade que gere o futebol brasileiro que determina o local da decisão. Nas duas edições anteriores o estádio escolhido foi o Mané Garrincha, em Brasília. Para 2022 ainda não existe uma definição do local.

Mas financeiramente para os clubes não faz diferença em qual estádio jogar, já que todos os custos da partida são custeados pela CBF. Desde a arbitragem até as passagens aéreas e hospedagem das equipes. Além disso, ainda tem um prêmio financeiro. Em 2021 o Flamengo recebeu R$ 5 milhões por conquistar a Supercopa do Brasil, enquanto o Palmeiras ficou com R$ 2 milhões pelo vice-campeonato.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

All Comments

Subscribe
Notify of
guest
4 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Tiziu

A primeira edição aconteceu em 1990: Grêmio x Vasco.

alguém

Faz sentido, melhor do que não ter jogo nenhum. É contra o vice do Brasileirão pois, se fosse contra o vice da Copa do Brasil, iria repetir a final da Copa do Brasil. Mas também pode ser que o vice do Brasileirão seja o mesmo vice da Copa do Brasil também, daí não tem jeito kkkk.

Roni Fragoso

“Desde a criação da Copa do Brasil, em 1989, somente uma vez um clube venceu o torneio e também o Brasileiro no mesmo ano. Foi o Cruzeiro, em 2003”.
Sempre nós, o maior de Minas, mesmo após dois anos e encaminhando pro terceiro na série B!!
Continuem sonhando patéticos!!

Azul Celeste

o cruzeiro poderia responder