Blog do Victão

Luxa? Mozart? Cruzeiro já teve especialista na B, promissor e medalhão. Em que apostar agora?

Vanderlei Luxemburgo é um dos nomes na pauta do Cruzeiro (Cesar Greco/Palmeiras)

Tão logo a demissão de Felipe Conceição foi confirmada o Cruzeiro já iniciou a busca por um novo treinador. Imediatamente alguns nomes já surgiram, como o de Mozart, como informou Gabriel Duarte e Pedro Rocha, do ge, e Vanderlei Luxemburgo, como divulgou Samuel Venâncio, da Itatiaia. Treinadores com estilos diferentes e que revelam o dilema que vive o Cruzeiro neste momento: qual o caminho a seguir?

O próximo treinador cruzeirense será o quinto na gestão de Sérgio Rodrigues, que assumiu a presidência do clube há pouco mais de um ano. Desde então ele já optou por técnicos dos mais variados estilos e “rótulos”. Quando tomou posse, o técnico era Enderson Moreira, contratado pelo Conselho Gestor. Um treinador especialista em Série B, afinal Moreira conquistou a competição em duas oportunidades na década passada.

Mas não deu certo e chegou Ney Franco, outro treinador especialista em Série B. Também não funcionou. A aposta foi no medalhão Felipão. O risco de queda para Série C foi afastado, mas em nenhum momento a Raposa conseguiu brigar pelo acesso. Foi então que chegou o promissor Felipe Conceição, mas que não durou nem 20 partidas.

E agora? Qual o caminho a seguir?

Pastana avaliza a contratação de Mozart

Demitido recentemente da Chapecoense, Mozart é um dos alvos do Cruzeiro. O treinador trabalhou com Rodrigo Pastana no CSA e a equipe alagoana quase conseguiu o acesso em 2020. Então auxiliar técnico do Coritiba, Mozart assumiu o Azulão na 11ª rodada, com oito pontos. O CSA terminou com 58, na quinta colocação, somente três atrás do Juventude e do Cuiabá, que foram terceiro e quarto, respectivamente.

No entanto, por se tratar de um treinador que está no começo de carreira e ainda sem tanta fama, existe o receio de parte da diretoria em apostar em alguém como Mozart. Um treinador considerado promissor, assim como foi com Felipe Conceição. Para alguns, o momento pede um treinador mais experiente e capaz de lidar bem com pressão.

Nome de Luxemburgo circulava antes da queda de Conceição

Apostar num velho conhecido da torcida pode ser o caminho para o Cruzeiro. Alguém que já foi campeão pelo clube e tem experiência suficiente para fazer o time superar este momento. Por isso o nome de Vanderlei Luxemburgo já circulava entre pessoas próximas à diretoria antes mesmo da queda de Felipe Conceição.

É importante deixar claro que não foi algo da diretoria. Foi de fora para dentro e não o contrário.

Agora, com a queda de Conceição, existe sim a possibilidade de Luxa ser procurado. No entanto, existem alguns pontos de interrogação. A última passagem do treinador pela Toca da Raposa não foi das melhores. Luxemburgo comandou o Cruzeiro em 2015, com mais derrotas do que vitórias em 19 partidas. O treinador também não vive seus melhores dias e os últimos trabalhos, no Palmeiras e no Vasco, não foram satisfatórios. Além da parte financeira, algo fundamental para o Cruzeiro. Hoje, Luxa é caro demais.

Estreia diante do Goiás

Independentemente do técnico que for escolhido, a diretoria do Cruzeiro deseja que o novo treinador já esteja no banco de reservas na partida deste sábado, contra o Goiás, no Mineirão, pela 3ª rodada da Série B do Brasileirão. O esforço é para que tudo esteja fechado ainda nesta quinta-feira.

Assim como aconteceu das outras vezes, a sensação interna é de que o Cruzeiro não pode errar mais na escolha.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

All Comments