Blog do Victão

Entre o desejo da torcida e a avaliação técnica. Renovação de Diego Tardelli divide o Atlético

Tardelli tem contrato até o fim de fevereiro (Bruno Cantini / Agência Galo / Atlético)

Diego Tardelli jogou apenas 26 minutos desde que retornou ao Atlético, no início do ano passado. O atacante se recupera de uma grave lesão no tornozelo direito. Em julho ele se machucou durante um jogo-treino com o América e passou por um cirurgia. Clinicamente o camisa 9 já está liberado para jogar. A torcida quer ver Tardelli em campo, mas ainda falta o aval mais importante, que é o da comissão técnica.

Embora esteja apto para jogar novamente, o atacante nem sequer fez parte da lista de relacionados para os confrontos com Coritiba, Red Bull Bragantino e Atlético-GO. Opção de Jorge Sampaoli e sua comissão técnica. O treinador entende que Diego Tardelli ainda precisa de mais alguns dias para atingir o nível físico dos demais jogadores. Contrariando muitos torcedores, que desejam ver o ídolo de volta o mais rápido possível.

Pensando na montagem do elenco para a próxima temporada, a diretoria do Atlético será colocada no meio desejo embate. De um lado o torcedor que é favorável à renovação de contrato do atacante. Do outra a comissão técnica, que não considera a ligação afetiva de Diego Tardelli com o clube e vê o atacante como uma das últimas opções dentro do elenco.

Pelo contrato assinado no ano passado, Tardelli teria de jogar 60% dos jogos para renovar o vínculo com o Galo por mais uma temporada. Como se machucou, agora o jogador depende da negociação para seguir no Atlético. Na visão da comissão técnica, Diego está abaixo de Vargas, Sasha e Marrony. Considerando apenas a avaliação técnica, dificilmente o atacante terá o vínculo prorrogado novamente.

Vale lembrar que Tardelli e Atlético renovaram o contrato em vigor por mais dois meses, já que a temporada 2020 invadiu os dois primeiros meses de 2021, por causa da pandemia causada pelo novo coronavírus.

A comissão técnica atleticana considera alguns pontos como cruciais quando o assunto é a renovação ou não de Diego Tardelli. Por se tratar de um jogador com 35 anos (faz 36 em maio), que vem de uma grave lesão, após um ano ruim no Grêmio e quatro temporadas atuando na China, claramente um futebol inferior técnica e fisicamente, a capacidade do atacante jogar em alto nível novamente é colocada em dúvida.

Claro que existem os pontos positivos também. Diego Tardelli tem identificação com o clube, é um jogador experiente e por estar mais perto do fim da carreira, sabe que não jogará tantas vezes como antes. Porém, ainda não suficiente para que a comissão técnica avalize a renovação neste momento.

É com esse cenário que a diretoria terá de tomar uma decisão em breve. Parte da torcida quer ver Tardelli em campo, agora e na próxima temporada, enquanto Sampaoli e seus auxiliares não enxergam o atacante como uma prioridade. Independentemente de qual seja a escolha, nem todo mundo ficará feliz no final.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

All Comments