Blog do Victão

Dudamel não recebeu um Real sequer do Atlético. Dívida é de R$ 3,1 milhões um ano após demissão

Rafael Dudamel foi recebido no aeroporto por alguns torcedores (Bruno Cantini/Atlético)

Rafael Dudamel foi técnico do Atlético por cerca de dois meses. Embora anunciado somente em 4 de janeiro de 2020, o técnico venezuelano já havia assinado com o clube mineiro em meados de dezembro. Ele ocupou o posto até 27 de fevereiro, demitido após a vexatória eliminação atleticana na 2ª fase da Copa do Brasil, para o desconhecido Afogados, de Pernambuco.

Leia também: Enquanto não define novo técnico, Atlético segue lista de Jorge Sampaoli. Edenilson é a bola da vez

Um ano depois de ser mandado embora, Dudamel não recebeu um Real sequer pelos dois meses em que trabalhou para o Atlético. O treinador desembarcou em Belo Horizonte no dia de 6 de janeiro do ano passado e ficou na capital mineira até meados de março.

Como não recebeu nada do clube até o momento, ele gastou dinheiro durante o período que esteve em BH, como aluguel da casa que morava e a rescisão do contrato com o locatário. Como tinha vínculo até o fim de 2021, Dudamel havia alugado o imóvel por dois anos.

A dívida do Atlético com o treinador está em R$ 3,1 milhões, somando os salários e a multa rescisória. A questão já está na Fifa e o ex-comandante alvinegro teve uma vitória recente, como informado pelo repórter Fred Ribeiro, do ge. O Galo foi condenado a pagar R$ 3.155.117,19 a Dudamel em até 30 dias, contado a partir de 1º de fevereiro. O clube alvinegro ainda pode recorrer da decisão.

Veja mais: Não de Conca e Tomás Andrade torcedor. Atlético tem histórias com meias do River antes de Nacho

Rafael Edgar Dudamel Ochoa comandou o Atlético por dez partidas apenas, o que significa dizer que cada jogo custou ou custará mais de R$ 300 mil para o clube. Foram quatro vitórias, quatro derrotas e dois empates. As eliminações para o Unión Santa Fe, da Argentina, na 1ª fase da Copa Sul-Americana, e para o Afogados, na 2ª fase da Copa do Brasil, foram determinantes para demissão do venezuelano e a mudança de rumo no futebol atleticano.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Tags:
Categorias:
Notícias