Blog do Victão

Diretor diz que subir é única hipótese no Cruzeiro. Mas Raposa precisa de feito inédito pelo acesso

Cruzeiro venceu apenas duas vezes em 13 jogos na Série B (Gustavo Aleixo/Cruzeiro)

“Não trabalhamos com hipótese de não subir”.

Assim o diretor de futebol do Cruzeiro, Rodrigo Pastana, trata as 25 rodadas que restam para o clube na Série B do Campeonato Brasileiro. Com apenas 11 pontos somados em 13 jogos, a Raposa precisa de uma reação jamais vista nas últimas 15 edições da competição, desde 2006, quando passou a ser disputada no formato de pontos corridos, para conquistar o sonhado acesso.

Jamais um clube que estava dentro da zona do rebaixamento passadas 13 rodadas conseguiu terminar a Série B dentro do G4. Este é o tamanho do desafio celeste daqui para frente. Considerando o atual desempenho do Goiás, que ocupa a 4ª colocação, o Cruzeiro teria de vencer 19 dos 25 jogos que restam. Aproveitamento que nem sequer o campeão da Série A consegue.

Entre os exemplos citados por Pastana, o América de 2019 e o CSA de 2020, o que mais se aproxima da Raposa é o do rival local. O Coelho somava dez pontos em 13 jogos, portanto um a menos do que o Cruzeiro tem neste momento, e chegou à última rodada dependendo de uma vitória simples para conquistar o acesso. Mas acabou derrotado pelo São Bento, já rebaixado, dentro do Independência. O América, então do técnico Felipe Conceição, teve 68% de aproveitamento a partir da 14ª rodada. Foram 51 pontos conquistados, com 15 triunfos, seis empates e quatro derrotas.

Os bons exemplos

Já entre os clubes que conseguiram o acesso, os exemplos mais próximos do que o Cruzeiro almeja são o Avaí de 2016 e o Goiás de 2018. Mas ambos estavam em situações menos complicadas e tinham 15 pontos em 13 rodadas, sendo que a equipe esmeraldina estava na 16ª posição e o clube catarinense no 14º lugar. Mesmo assim são quatro pontos a mais do que a Raposa tem no momento. Quatro pontos que fazem muita diferença.

O Goiás fez 45 pontos nas 25 rodadas restante. Desempenho que é insuficiente para o Cruzeiro subir. Já o Avaí conquistou 51 dos 75 pontos que disputou entre as rodadas 14 e 38. O que pode não ser o bastante para o time estrelado caso o aproveitamento dos quatro primeiros colocados siga tão alto. Para o América, que tinha um ponto a menos do que tem a Raposa, 51 pontos em 75 não foram suficientes.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

All Comments

Subscribe
Notify of
guest
5 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
José Antonio

Deixa as modinhas vaidosas continuarem sonhando!!!!! Fica melhor pra gente rir da cara delas!!!

Elder jose de Alencar

Subir? com esse timeco? so milagre!

Bruno Barroca

Interessante com essa instituição não aceita e reconhece o momento e trabalha para o sucesso no ano que vem. Tem chances matemáticas? Tem. Mas dai criar essa situação fantasiosa não dá ne! Acordem a sejam menos propetentes.

Murilo de Andrade Marçal

Este cara é mais um lixo de tantos que tem no clube, só lixo acredita neste time lixo, com presidnte lixo, e treinador lixo.

romulo

Msm faltando 16 rodadas precisando de 15 vitórias e um empate o kiko continua iludindo as smurfetes falando q tem chance de acesso… kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk