Blog do Victão

Cruzeiro trabalha para levantar mais de R$ 40 milhões até o início da próxima temporada

Cruzeiro beiça recursos para enfrentar mais uma temporada de dificuldades (Agência i7/Mineirão)

Não é segredo para ninguém que o Cruzeiro atravessa uma grave crise financeira. A situação ficou ainda mais complicada na reta final desta Série B e prejudicou a disputa pelo acesso. Nesta sexta-feira, às 21h30, a Raposa encerra o ano futebolístico, contra o Paraná, em Curitiba, mas já pensando na próxima temporada.

Para conseguir pagar todos os salários atrasados e ter condições de reformular o elenco, com rescisões e contratações, a diretoria cruzeirense trabalha para conseguir levantar cerca de R$ 40 milhões nas próximas semanas. São três frentes diferente: venda de jogadores, sócio-torcedor e patrocinadores.

Vendas de jogadores

O dinheiro que pode chegar imediatamente é com as vendas de atletas. E algumas negociações já estão em curso. O volante Jadsom Silva está perto de ser negociado com o Bragantino, numa operação que pode render R$ 5,4 milhões ao Cruzeiro, como noticiado por Adrolado Leal, da Rádio 98 FM.

Quem também pode não jogar mais pelo clube é o zagueiro Cacá. O defensor está fora da partida com o Paraná, por ter negociações em andamento. O camisa 14 despertou o interesse de equipes japoneses. Neste momento, o Cruzeiro descarta emprestar o atleta. O desejo é negociar Cacá de forma definitiva.

Outro que pode render um bom dinheiro em breve é o lateral-direito Orejuela. O colombiano é desejado por clubes brasileiros e estrangeiros.

Sócio-torcedor

Em janeiro do ano passado o Cruzeiro lançou o Sócio Reconstrução. Um plano mais barato para que o cruzeirense ajudasse o clube num momento tão complicado, afetado pela falta de receitas e recém-rebaixado no Campeonato Brasileiro. O plano tem validade de um ano e muitos estão no período de renovação, o que vai render mais grana.

Para potencializar o ganho com a torcida, o clube reformulou os planos de sócios. Em agosto do ano passado a expectativa de faturamento com os associados era de R$ 25,6 milhões. Mas naquele momento o Cruzeiro trabalhava com o retorno à Série A já em 2021.

Como o time não subiu e ainda não há previsão para a volta do público nos estádios, dificilmente a Raposa atingirá a estimativa de R$ 25,6 milhões. Mas nem por isso vai deixar de levantar algum dinheiro. De acordo com a diretoria, o faturamento com sócio-torcedor em 2020 foi de R$ 9 milhões.

Patrocinadores

Com o término da temporada 2020, o Cruzeiro terá espaços no uniforme para levantar dinheiro. Seja renovando com os patrocinadores atuais ou atraindo novos parceiros. Internamente o clube estima ser capaz de levantar entre R$ 10 e R$ 15 milhões com publicidade na camisa, no calção e no meião.

Na temporada que se encerra nesta sexta, o uniforme cruzeirense exibe dez marcas diferentes. Cinco delas têm contrato vigente e, por enquanto, seguem patrocinando a Raposa. Vale destacar que uma das empresas deixou o calção e migrou para o meião, abrindo um novo espaço para que o clube seja capaz de captar recurso.

Entre os outros cinco patrocinadores, quatro ficam sem vínculo ao término da temporada. Já um dos parceiros do Cruzeiro não teve o tempo de contrato revelado. Portanto, são pelo menos cinco locais no uniforme para a diretoria negociar nas próximas semanas. Os quatro contratos que terminam mais o espaço novo criado com a exibição de uma marca no meião.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

All Comments

Subscribe
Notify of
guest
2 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Bruno Voltei kkkkkk

PASSEI AQUI PARA DAR RISADAS KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK VAI LEVANTAR DINHEIRO DO ANO PARA GASTAR EM UM MES COM DIVIDAS KKKKKKKK E OS OUTROS 11 MESES KKKKK E OS PINDURAS DE 2021 KKKKKK FECHA ESTA MERDA E PARA DE PASSAR VERGONHA MARIADA KKKKKKKKKKKKKKKKKKK

Rodrigo Castro

Minha mãe dizia : quem muito sorri pela manha , costuma chorar a noite. Sendo assim quando a conta desses investimentos milionarios chegar , vai ser um chororo no galinheiro. Vamos aguardar.