Blog do Victão

Cruzeiro tem 16 vitórias em 51 jogos pela Série B e agora precisa vencer 19 vezes em 25 para subir: 1% de chance

Aproveitamento do Cruzeiro com Mozart é pouco superior a 30% (Gustavo Aleixo/Cruzeiro)

O campo mostra que o Cruzeiro não vai subir de divisão em 2021. Passadas somente 13 rodadas, o primeiro turno nem sequer terminou ainda, a possibilidade de acesso da Raposa é de apenas 1,1% de acordo com o site Probabilidades no Futebol. A distância para o G4 é de 12 pontos.

Embora o time não mostre capacidade de brigar pelo acesso, a matemática ainda aponta que a Raposa tem sua chance. Mesmo que pequena. E realmente não será nada fácil o time celeste conseguir o acesso na temporada do centenário do clube. Considerando o desempenho do Goiás, atualmente o 4º colocado, o Cruzeiro terá de conquistar 19 vitórias nas 25 rodadas restantes.

Isso é mais do que a equipe estrelada já conseguiu em 51 partidas que disputou pela Série B, somando os números das edições passada e atual. Até o momento são apenas 16 triunfos, contra 17 derrotas.

A linha de corte para jogar a Série A está em 68 pontos. Um número elevado se considerado as temporadas anteriores. A tendência é de queda, mas não uma redução considerável. De acordo com o histórico da Série B em pontos corridos, portanto desde 2006, o quarto colocado terá de fazer 61 pontos ou mais. Ainda assim não será uma tarefa nada fácil para o time de Mozart.

Talvez mais 15 ou 16 vitórias, além de alguns empates. Para um Cruzeiro que tem somente dois triunfos em 13 jogos e vivem um jejum de sete rodadas, o número não é nada animador.

Dentro da zona do rebaixamento, a briga real do Cruzeiro é mesmo contra a queda.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
Notícias

All Comments

Subscribe
Notify of
guest
15 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
José Antonio

Será que agora a ficha das vaidosas cai??/ Ou a arrogância e a soberba vão continuar impedindo essa gente de descer do salto????

peppeu

Aiinnnn temos taças! Ainnnn somos os primeiros de acordo com um ranking XPTO. Ainnn temos 9M de torcedores.

EDUARDO

isto é fato, é a História do Futebol que ninguém tira , da mesma forma que ninguém tira os fatos e História do seu timeco: Uma Liberta comprada, uma CB comprada e 50 anos sem Brasileiro

Fernando

Vende as taças para pagar a conta de água 😂😂😂

Toninho

Cara, vc tem certeza do que escreveu?!? “uma CB comprada”… Vc não se lembra que essa CB foi no lombo das marias, ou seja, do seu timeco sujo, caloteiro, vergonha nacional e saco de pancadas?!? É isso mesmo?!? Vc tá insinuando que seu time, que protagonizou os maiores escândalos em rede nacional de falcatrua, corrupção e compra de taças (vide Benecy!!) se vendeu pro Galo no único título em nível nacional disputado entre os dois clubes?!? Quanto desespero!!

AIURY ALEXANDER FERREIRA DE ABREU

Nada Adianta a arrogância e a soberba talvez, só depois de visitarem a série “C” ou desaparecem do mapa

Marcelo

No mínimo iguale os títulos do CRUZEIRO e vai entender que não é soberba, é soberania no futebol…bem diferente do que você disse. Hoje não está bem, não não está, mas nunca vai deixar de ser o maior de minas. Depois volta aqui falar de soberba, ok?

Galo na Veia

Fax um Chupix que a raiva passa

Afonso Lemos

Franga com aveia, roubaram de novo ontem. Será que
as frangas só sabem roubar?

EDUARDO

Concordo plenamente, somente daqui à mais 50 anos, talvez sejamos ultrapassados pelas frangas em nr de títulos,

Cristiano Gattay

Pelas respostas Marianas já se vê que a arrogância não passa! Vamos ver se, com elas na série C, o salto é trocado por chinelo barato!

EDUARDO

Se o Cruzeiro subir para série “A”, minha amada e querida Vó, irá voltar dos céus, ao nosso convívio diário

Itamar

Subirá para a série A 3.

Fernando Vaz

É sério mesmo que ainda estão falando em possibilidade de acesso??? kkkkkkkkkkkk

antonio carlos feitosa brandao

Com este timizinho do Cruzeiro que me desculpe a sua torcida. A continuar assim, está se desenhando uma queda para a Série C. Porque não?