Blog do Victão

Cruzeiro joga para não ter a temporada com o menor número de vitória dos últimos 50 anos

Cruzeiro perdeu para o lanterna Oeste na rodada 34 (Bruno Haddad/Cruzeiro)

A chance de acesso do Cruzeiro é mínima, quase zero. É preciso vencer todos os quatro jogos que restam e ainda torcer por uma enorme combinação de resultado. Motivo pelo qual a permanência da Raposa na Série B do Campeonato Brasileiro já é algo dado como certo. E pode ser confirmado neste sábado, caso seja derrotado pelo Juventude, às 19h, no Alfredo Jaconi. Até mesmo o empate pode ser o fim da linha, caso o CSA supere o Avaí, mais cedo às 16h, em Alagoas.

Mesmo que o acesso seja algo praticamente impossível, o elenco estrelado precisa vencer todas as partidas que faltam para não assumir mais uma marca negativa.

O Cruzeiro 2020 já é aquele que não conseguiu reconduzir o clube à Série A e pode ser também o time estrelado que menos venceu jogos durante uma temporada nos últimos 50 anos. Num espaço de tempo em que teve quatro treinadores e utilizou quase 60 jogadores, a Raposa conquistou somente 20 vitórias nas 50 partidas que disputou até o momento.

A menor marca dos últimos 50 anos é de 1985, quando o Cruzeiro venceu somente 23 partidas. Em 1985 a Raposa disputou 64 partidas, entre Taça de Ouro (nome dado ao Brasileirão à época), Campeonato Mineiro, Taça Minas Gerais e amistosos.

Nos últimos 50 anos a temporada com o segundo menor número de vitórias, não por um acaso, foi em 2019. Marcado pelo rebaixamento celeste à Série B, o time de 2019 conseguiu somente 24 triunfos, justamente o máximo que pode conseguir o elenco atual.

O fato de jogar a segunda divisão apenas reforça como o desempenho cruzeirense é muito ruim. Ao contrário do que aconteceu nos anos citados acima, em 1985 e 2019, a Raposa não enfrentou os melhores clubes do país. Mesmo jogando contra adversários tecnicamente inferiores o Cruzeiro não conseguiu se impor como era esperado.

Nas 34 rodadas já disputadas da Série B foram somente 13 triunfos. Vale lembrar que os resultados de campo são mantidos para critério de desempate apesar da punição da Fifa, que retirou seis pontos do Cruzeiro por causa de uma dívida. Foram mais seis triunfos em 11 rodadas do Campeonato Mineiro e uma na semifinal da Taça Inconfidência, totalizando 20 vitórias na temporada.

O Cruzeiro fecha a temporada 2020, que se entendeu por algumas seanas de 2021, enfrentando Juventude, Operário, Náutico e Paraná.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

All Comments