Blog do Victão

Atlético aprovou camisa 3 em fevereiro e depois trocou. Saída de diretor pode ser a explicação

Camisa 3 aprovada pelo Atlético em fevereiro (Reprodução)

Na semana passada o Atlético lançou a camisa 3 da coleção 2020/2021. O clube inovou e apostou numa cor diferente e o novo uniforme caiu nas graças da torcida. A cor cinza foi vista como uma surpresa positiva, já que nos últimos anos o Galo sempre teve o preto como cor predominante na sua terceira camisa. E assim seria também nesta coleção.

A linha de jogo que a equipe tem utilizado no Campeonato Brasileiro foi aprovada em fevereiro. A expectativa era lançar os modelos 1 e 2 em maio, para a competição nacional, e deixar a camisa 3 para o segundo semestre. Com a pandemia causada pelo novo Coronavírus o futebol ficou paralisado por alguns meses e atrasou todas as datas previstas pelo clube e pela fornecedora de material esportivo.

O modelo aprovado pelo Galo em fevereiro era predominantemente preto com detalhes na cor grafite. No entanto, nove meses depois o clube lançou um modelo diferente daquele aprovado no começo do ano. O motivo para a troca entre a camisa que foi aprovada e a que foi lançada não ficou claro para o Blog, em conversas com pessoas envolvidas no processo.

Atlético lançou a camisa 3 no fim de novembro (Divulgação)

Uma justificativa pode ser a saída de Lucas Coutto, que foi diretor do Atlético por alguns anos. Ele foi o responsável por levar a atual fornecedora de material esportivo para dentro do clube. Lucas Coutto passou por algumas áreas diferentes no período que esteve no Galo e quando saiu ocupava a diretoria de operação de estádios.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Tags:
Categorias:
Notícias

All Comments